sexta-feira, 5 de maio de 2017

Dizem...

Há quem diga que as pessoas mudam, que o tempo e as circunstâncias da vida assim fazem com que isso aconteça. Concordo.
Há quem diga que tudo tem um tempo exato para acontecer, sejam coisas boas ou coisas más. Concordo.
Há quem diga que amores podem virar desamores e vice versa. Concordo.
Há quem diga, para não deixar para amanhã o que podemos fazer hoje. Concordo.
Há quem diga que nada é impossível, que para isso basta tentarmos e torná-lo possível. Concordo.

E depois há quem diga que tudo tem um fim. Não. 
Não concordo, porque há coisas, se bem que coisas não é o termo mais apropriado para se dar, mas mesmo depois de algo ter acabado, não quer dizer que seja um fim, porque as pessoas até podem vir, ir e nunca mais voltar, mas existem coisas que ficam. O cheiro fica, o desejo permanece e a lembrança crava-se na nossa memória como uma tatuagem. E mesmo que as nossas direções sejam agora outras, há sempre algo que nos leva até esse passado, persistindo em continuar presente.
É, ou não é assim?


20 comentários:

  1. "Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós." - A.Saint-Exuperie já dizia este grande senhor. No entanto na minha opiniao (que são como as cerejas) tudo tem um fim, sim. As memorias ficam mas a vivência não se repete, os sentimentos alteram-se, a maturidade existe e nem sempre um fim é algo mau!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Nem sempre o fim é algo mau", certo. ;)

      Eliminar
    2. Era essa a questão? acertei nas entrelinhas? :)

      Eliminar
    3. Acertas-te...pareces-me ser alguém com os sentidos apurados. Gosto disso. :)

      Eliminar
  2. Uma definição de saudade...

    ResponderEliminar
  3. Completamente de acordo;)

    Bom fim-de-semana, Paloma:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ;)

      Uma continuação de uma boa semana para ti, Legionário :)

      Eliminar
  4. não acredito em verdades absolutas. sim, há coisas que têm fim. não, não sou saudosista. sim, há memórias que não nos largam

    ResponderEliminar
  5. "és eternamente responsável por aquilo que cativas" como dizia a raposa ao principezinho...

    ResponderEliminar
  6. Por acaso acho que não é bem assim. Tenho para mim que na vida a gente só tem saudades das "coisas" que foram boas para nós. Há muitas que nos marcam mas não deixam saudades, deixam alívio por terem passado.

    Acredito que na vida o possível e impossível só dependem de nós.

    Manel de las couves

    ResponderEliminar
  7. all of them gone with wind,
    I believe

    ResponderEliminar
  8. verdade como tatuagem a fogo...mesmo! ^.~

    ResponderEliminar
  9. Gosto muito mais do que está além do óbvio ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso aí! O vulgar não nos desperta. ;)

      Eliminar